Migração na Amazônia que a história não lhe contou, de Maria Silva

Kz1,500 IVA

Unidades Vendidas: 0

Um livro indicado como leitura de apoio e tema transversal para um trabalho interdisciplinar nas escolas, por narrar, em poesias e prosas, a migração do nordestino brasileiro para a Amazônia. Maria da Silva usa a arte literária para narrar a dura vida dos migrantes do sertão para a Floresta Amazônica.

Este livro é uma oba de arte literária, ao mesmo tempo que um livro científico para quem precisa de ler sobre a ocupação da Amazônia e o processo de migração do Nordeste para o Pará. Esta ocupação foi movida por vários ciclos econômicos, tendo como um dos mais importantes o ciclo da castanha. Os antigos castanhais extrativistas foram aos poucos sendo substituídos por uma exploração ilimitada e inconsequente.

O Sudeste do Pará é uma fronteira agrícola complexa, porque o extrativismo predatório é predominante e com várias frentes de exploração. Formando uma teia e dinâmica onde tudo acontece ao mesmo tempo de forma rápida, com alta volatilidade. E, ainda, sendo palco de disputa de projetos políticos distintos: o agronegócio e a agricultura familiar, duas forças que se repelem e se enfrentam constantemente na disputa de espaço –TERRA. Espaço também ocupado por indígenas, posseiros, madeireiros, mineradora, fazendeiros e especuladores.

Esta obra tem o intuito de analisar agricultura familiar nesta região, descrevendo as estratégias produtivas dos agricultores familiares do Projeto de Assentamento Castanhal Araras. Apresenta uma breve história sobre a ocupação sobre a Amazônia, a exploração degradante dos antigos castanhais. e as atuais estratégias de manejo da agricultura familiar.

( 0 ) classificações Nenhum classificações apresentadas para este produto ainda.

A Eu Livro publica e vende livros da língua portuguesa em diferentes lugares do mundo. Em Angola, estamos começando nossa atividade com livros digitais. São e-books de diferentes gêneros e modalidades.

Scroll to Top
Preciso de ajuda? Converse conosco